descomplicados-logo-preto

Conteúdos do Artigo

    Como Chegar a Koh Mak

    Para chegar a Koh Mak, há voos (https://www.skyscanner.com/) desde Bangkok (aeroporto Suvarnabhumi) para o aeroporto de Trat. Apesar de ter outro aeroporto em Bangkok (Don Mueang), este não tem voos para Trat. 

    Desde o aeroporto de Bangkok apanhámos um grab (uber da Ásia) para o terminal de bus ekkamai porque ficava relativamente mais perto do hotel golden jade suvarnabhumi, que foi onde dormimos . Existe mais terminais de bus mas escolhemos este simplesmente por ser o mais perto .

    Na estação compramos o bilhete quando chegámos (pagamento em dinheiro apenas) e o mini bus para 4 custou pp 230 baht – 6€ desde Bangkok para Trat. Demora 5h30 a chegar e faz-se bem com ar condicionado e boas estradas.

    Na chegada Ao Trat bus terminal, temos que ir até ao porto Leamsok Pier e a viagem de catamaram (https://boonsiriferry.com/en) custa 550 baht – 14€ só ida e demora 1h até Koh Mak.

    Também é possível chegar a Koh Mak desde Koh Chang que fica a norte da ilha ou desde Koh Kood que fica a sul. A viagem pode ser feita através de catamaram (https://boonsiriferry.com/en).                                                                      O barco sai de Koh Chang do porto bang bao pier até Ko Mak . Já no porto de bang bao onde o táxi nos deixa até ao barco ainda se anda uns 10 minutos a pé no meio do mercado flutuante. 

     Compramos online no site da companhia boonsiri os bilhetes para o catamaran e ficou ligeiramente mais barato que o preço que o hotel nos deu. Os bilhetes ja incluíam pick up no hotel cerca de 1h30 antes do barco sair (dependendo da zona do hotel). A viagem de barco dura 1h, custa 600 baht – 15€ e recomendamos sempre que seja feita de manhã porque o mar tem tendência  de estar mais tranquilo e também menos vento e por fim atracamos em ao nid píer em koh mak. 

    Desde Koh Kood o barco sai do porto Ao Slad pier e chega em Koh Mak no porto Ao Nid pier. O trajecto demora 30 minutos e custa 400 baht – 10€.

    Ao chegar apanhamos um táxi que cobrou 2.60€ (os 4) até ao local que demorou 5 minutos.

    O que visitar em Koh Mak

    Para além de praias idílicas, alguns locais propícios a fazer snorkeling ou mergulho nos recifes de coral ao largo da ilha, não há muito para fazer em Koh Mak. É um lugar para estar, sentir, deixar-se ficar.
    As praias em Koh Mak, nós pessoalmente não achámos qeu fossem as mais bonitas da Tailândia, mas claro que vale a pena conhecer esta pequena ilha, ainda bastante local e pouco turistica. Com apenas 5/10 minutos de mota chegam a qualquer ponta da ilha. Tivemos mais sorte com as praias da zona sul da ilha porque apanhamos alguns dias com vento e chuva e fazia com que a zona norte ficasse com as praias com mar mexido e sujo, ao contrário da zona sul que uma vez que estava no lado oposto não era tao exposta aos ventos e estavam mais bonitas. 

    Koh Rang é uma ilha ao largo de Koh Mak e é possível fazer um tour até lá e também fazer snorkeling. Não visitamos mas pelo que lemos existem dezenas de espécies de corais distintas, com cores e formas incrivelmente belas, acompanhados por abundante vida marinha. 

    Aos sábados costuma haver uma sunset party no bar Thai Sabai, com música ao vivo. Contudo também é muito agradável para assistirem em qualquer outro dia ao pôr do sol e comer uns petiscos.

    Onde dormir em Koh Mak

    Reservamos um quarto com cama de casal, sofá cama e casa de banho privada para  os 4, através do airbnb  por 1500 baht – 38€.

    A casinha era muito agradável e limpa e tinha Kitchenette e frigorífico, Wi-Fi e ar condicionado. A dona foi sempre muito simpática na comunicação (nome da casa : baan sabay). Alugamos também com ela a scooter por 200baht – 5€/dia.

    Fica a 5 minutos do porto dos barcos, mas qualquer zona na ilha pode ser considerada bem localizada, porque também é bastante pequena e com mota rapidamente se chega a qualquer lado.

    Contudo se quiserem um lugar onde pode haver um bocadinho mais de turismo, fiquem na área da Ao Kao beach.

    Onde comer em Koh Mak

    Experimentámos alguns restaurantes da ilha mas o mais “chique” e de melhor comida foi o “food art hub”, apesar dos preços serem ligeiramente mais caros, valeu a pena lá ir. De resto também não há uma grande variedade de opções de restaurantes, como Koh Chang ou Koh Kood.

    Dicas e curiosidades

    Os melhores meses para viajar para Koh Mak são de novembro a abril, quando o clima é seco e as temperaturas mais amenas (cuidado, pois ainda faz calor). A estação chuvosa vai de maio a outubro e estes seriam os meses a evitar, podem até ter sorte e apanhar dias lindos e perfeitos.

    Existe um atm em toda a ilha na zona sul perto da polícia, contudo por vezes não tem dinheiro ou está avariada . Tragam dinheiro de Koh Chang ou de onde vierem antes porque vai ser muito difícil ou até impossível encontrar algum sitio que aceite cartão para pagamento.

    Em koh mak não existe a cadeia 7 eleven, apenas comércio local, mas conseguem encontrar um pouco de tudo na mesma.

    A ilha é muito limpa, há muita reciclagem e cuidados. As estradas são relativamente boas e com pouco movimento. Resumindo há muita natureza e pouco turismo. 

    Em Koh Mak a produção de látex, é uma das ocupações do povo desta ilha, vão poder observar por todo a ilha junto às árvores. 

    Alugar mota/scooter é quase essencial se quiserem conhecer a ilha. Há táxis locais, mas como não usámos, não podemos adiantar mais detalhes.

    Partilhe com os seus amigos